WhatsApp Image 2019-05-14 at 00.06.02 (1

dramaturgista

Cursou Letras na UNITAU e Linguística na UNICAMP. Iniciou no teatro amador em Taubaté-SP, em 1998. Fundou o grupo Péde-Couve de Comédia atuando, dirigindo e na dramaturgia. Foi assistente de dramaturgia de Newton Moreno na Cia. Livre de São Paulo, com direção de Cibele Forjaz, na peça “Vem-e-Vai: o Caminho dos Mortos”. Integrou o Círculo de Dramaturgia do CPT, sob a orientação de Antunes Filho. Participou participação das pesquisas dos espetáculos Policarpo Quaresma" (2009) e “Pret’a Porter”. Estudou na Escola Livre de Santo André (ELT). Ingressou em diversos grupos profissionais realizando dramaturgia colaborativa. “Descalabro” (2008) da Trupe Pau-aPique, direção Iarlei Rangel. “Bandido é quem anda em bando” (2011), peça de rua da Cia Inventivos, direção Edgar Castro. “Os Cavalos refugam perante o abismo” (2012) do Coletivo de Jacareí, direção Edgar Castro. “Deságua”(2012) do Coletivo Alma, direção Edgar Castro. “Desmedida” do Coletivo Cê de Sorocaba-SP, direção Julio Melo. Integrou a pesquisa da Cia Antropofágica no Projeto Almanaquy, estreiando as peças “Estudo para Terror” e “Viridiana”, direção Thiago Vasconcelos. Desde 2009 ministra oficinas de “Escrita Bruta para o Teatro”. Desenvolveu projeto “O Peregrino”, e fundou um grupo de pesquisa de encenação e dramaturgia. Escreveu a peça infantil “Burrinho Pedrês” e a peça “CLT”. Montou a peça “Desatar” na escola OROBORO em São Paulo-SP e integra a Comissão de Dramaturgia do Grupo Teatro União e Olho Vivo (TUOV), direção de César Vieira, no projeto de 50 anos do grupo contemplado pela Lei de Fomento.

rogério

guarapiran